Portal Jornal do Brás - A serviço das Tradições da Região

Sexta, 17 de setembro de 2021
MENU

Geral

SOLIDARIEDADE:

Cinco maneiras de ajudar a população de rua no frio

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Basta uma volta pelas ruas de São Paulo para que qualquer pessoa (que consiga olhar além das janelas que mantêm o ar quente dentro dos carros) se espante com a surpreendente quantidade de brasileiros morando nas ruas da cidade.

De acordo com o Movimento Nacional da População de Rua, existem ao menos 25.000 (sim, vinte-e-cinco-mil) pessoas vivendo e dormindo nas ruas de São Paulo. Uma população que nos próximos dias ficará ainda mais exposta a condições adversas à própria sobrevivência diante da expectativa de que as temperaturas caiam a 3ºC nos próximos dias.

Essa fotografia que insiste em se revelar diante dos olhos de quem mora na capital paulista escancara que aqui no Brasil o que se fala não se cumpre. Cidadãos usam as redes sociais para levantar bandeiras sobre direitos humanos. Empresas usam a imprensa para anunciar metas de diversidade, de inclusão e de qualquer sorte de ação de responsabilidade social para 2030, 2050. Enquanto isso, a metrópole contabiliza 13 mortos de frio no último mês. Há, porém, quem esteja agindo.

Além do governo, que na falta de um programa preventivo monta, a partir de hoje, cinco tendas extras em pontos da cidade para distribuição de sopa, cobertores, agasalhos e kits de higiene, você pode ajudar de alguma forma, mesmo não indo para as ruas. Conheça cinco iniciativas: SP Invisível – O projeto já distribuiu 14 mil kits com cobertores, moletons e outros itens para a população de rua.

Quem quiser ajudar pode fazer doações, se voluntariar ou comprar produtos no site cuja renda será revertida para formação de novos kits que ajudam a diminuir os efeitos das baixas temperaturas. Anjos da Cidade – Em sua ação emergencial batizada de O Frio Mata, a associação sem fins lucrativos criou o drive thru de cobertores.

Durante o dia de hoje (29), qualquer paulistano pode passar no posto do projeto e retirar um cobertor para entregar a um morador de rua. É necessário agendar a retirada enviando uma mensagem para o WhatsApp 11 99250-0135.

Cruz Vermelha – A já tradicional Campanha do Agasalho da entidade foi ampliada. Além de casacos e cobertores, os interessados podem doar kits de higiene, produtos de limpeza e alimentos que serão doados às famílias necessitadas. O objetivo da ação é bater a meta de 35 toneladas de arrecadação. As doações podem ser feitas em diversos pontos da cidade listados no site da entidade. Disque 156 – Ao identificar uma pessoa em siTexto: Lana Pinheiro - editora de ESG da DINHEIRO

Comunidades & Bairros situação de rua nesta onda de frio, qualquer pessoa deve ligar para o 156 e passar as informações sobre local e descrição do vulnerável. Uma equipe da prefeitura irá ao local para encaminhar a pessoa a um abrigo. Funciona 24 horas por dia.

Disque 192 – Semelhante ao 156, o número 192 é específico para pessoas com alguma necessidade de atendimento de saúde físico ou psíquico aparente. Basta ligar e a prefeitura promete cuidar do processo.

Comentários:

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Portal Jornal do Brás no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!